Viver com princípios

Por Osvaldo Quelhas (26/07/2005)

PRINCÍPIOS: ESTRUTURA DA VIDA HUMANA.

- As leis e princípios universais e naturais operam independentemente da vontade humana.
- A lei da colheita é soberana.
- A experiência confirma que as pessoas confiam naqueles cuja personalidade é fundamentada em princípios corretos.
- Valorizar-se e, ao mesmo tempo, subordinar-se a propósitos e princípios mais elevados é a paradoxal essência de uma humanidade mais elevada e a base de uma vida superior.

A VIDA ORIENTADA.

- A VIDA baseada em princípios fundamenta-se na realidade de que não podemos violar impunemente as leis naturais, os princípios dos relacionamentos humanos.
- Os princípios são objetivos externos e os valores são subjetivos e internos. Valores assemelham-se a mapas( representação do território): quanto mais se aproximarem da realidade, mais precisos serão. É necessário que os princípios ( ?bússola?) estejam alinhados com o "norte" verdadeiro(alinhamento com as leis naturais).
- Quando as pessoas alinham seus valores pessoais com princípios corretos, libertam-se de percepções e paradigmas antiquados.
- Uma das características de quem vive com princípios é sua humildade, evidente em sua capacidade de examinar com objetividade: analisando como seus valores, percepções, crenças e comportamentos se alinham com os princípios do "norte" verdadeiro.


Viver...

- Como alcançar e manter um equilíbrio sábio e renovador entre trabalho e família, ambições pessoais e profissionais, em meio a crises e pressões constantes?
- De que forma pode ser praticada a simplicidade no meio do emaranhado de complexidades da vida?

VIVER, SOBREVIVER OU SUPERVIVER?

- De que forma não perder o roteiro quando somos apanhados de surpresa por mudanças abruptas cada vez mais comuns, mesmo existindo planejamentos bem elaborados?
- Como tratar as fraquezas humanas com compreensão e compaixão, em vez de acusações e autojustificativas?
- Como substituir o preconceito por uma capacidade de aceitar a diversidade, de conviver com as diferenças, de forma a privilegiar as relações humanas?
- De que forma podemos adquirir serenidade no meio dos problemas sem aderir ao descontrole?
- Como estimular o desejo de mudança sem que se criem mais perdas do que ganhos?
- Como manter a automotivação para um contínuo desenvolvimento da sabedoria, do crescimento pessoal e profissional?

Viver Bem é:

- Ter boa qualidade de convivência consigo mesmo.
- Ter boa qualidade nas relações e interações com os outros.
- Ter aceitação quanto a cumprir o próprio dever.
- Compartilhar conhecimento e oportunidades com os companheiros de jornada.
- Desenvolver e reconhecer como importante a capacidade de identificar pontos positivos nas pessoas e na vida.
- Aceitar a dor e os obstáculos como modo de aprendizado.
- Saber-se com responsabilidades sociais, fazer-se cidadão.


Uma Vida é como uma árvore.
Há uma parte que é visível (os frutos) e outra parte que está oculta (as raízes).
As raízes são a representação dos valores e dos princípios.
Para que cresça e continue a dar frutos, as raízes devem estar saudáveis e bem nutridas.

Conclusão:

A chave e diferença está na valorização das pessoas.

programação


©2004-2014 by Grupo Espírita Servidores de Jesus
Sede: Rua Visconde de Sepetiba, nº 81, Centro, Niterói, RJ, Brasil. CEP: 24020-206.
Telefone: (21)2622-8757.
R. U. P. M. Lei Nº 1245/97 - CNPJ: 39529490/0001-53 - Inscr. municipal: 081893/0018
Nosso correio eletrônico: contato@servidoresdejesus.com.br
A Página do GESJ está na Internet desde 16/12/2004.