Psicografia

Mensagens psicografadas

Sob a égide da reencarnação

(17/07/2010)

Para os adeptos da doutrina da reencarnação entender ("intendere") as aflições da vida é relativamente fácil, mas o difícil é compreender ("comprehendere"), ou seja, conter em si via auto-reflexão internalizando em seu "eu".

Já, os cristãos na sua maior parte não acreditam na reencarnação, e nem estudam a racionalidade que está por trás desta concepção filosófica. Na realidade, é muito complexo interiorizar estes conceitos aplicando-os a nós mesmos.

Poucos depreendem que a maioria das reencarnações é resultado de uma minuciosa programação individual sob a coordenação dos mentores espirituais responsáveis pelo planejamento social do Planeta Terra sob a liderança superior do Mestre Jesus. Os nossos irmãos do oriente costumam chamar esses mentores de "Senhores do Karma".

A compreensão dos acontecimentos na nossa vida encarnada requer a percepção de duas causas básicas:

i) das conseqüências oriundas de decisões / ações tomadas em reencarnações passadas, e;
ii) das dores da alma decorrentes da vivência atual;

O espírito dentro do corpo físico possui o livre arbítrio para decidir os seus passos na forma planejada, mas ao sentir no plano físico as tentações dos pecados da vida, começa a formar painéis mentais em torno de si, que nada ajudam nas suas decisões.

Como representante da espécie "Homo Sapiens", o homem já é um ser social que evoluiu ao longo de milhões de anos, adquirindo a sua individualidade como atributo do "creador* maior", mas ainda sob forte instinto animal que prevalece sob a razão, em muitas ocasiões. A densidade do corpo físico sobre o espírito influência muito mais do que a percepção intuitiva da presença do Pai Maior, o "creador*" do universo que o contem.

Nos saltos seguintes da sua escala evolutiva, o sentimento de egoísmo e vaidade torna-se necessário na sua defesa espiritual, mas com o tempo, a exacerbação destes atributos adquire conotação maior, desequilibrando a existência material em relação a espiritual. É neste momento, que o homem/espírito passa sentir a necessidade de evoluir adquirindo a capacidade de doar e amar. É a busca da fase do altruísmo.

Neste limiar da caminhada evolutiva, inicia a fase da comparação dos seus atributos com o seu próximo e sente forte desejo de ser o primeiro a exigir e ser louvado.Adquire o senso de liderança, e vaidade o tornando-o um ser arrogante e desejoso de tudo. Então, chega à dor como resultado do desequilíbrio da alma perante o mundo do "creador*", mentalizado ao longo da existência material.

Todos nós temos os nossos próprios caminhos. Precisamos entender e respeitar a jornada evolutiva de cada um. Você só pode Ser e Ter algo que fora construído ao longo da sua caminhada sob uma base sólida de entendimento e compreensão, do que representas para o Pai Maior.

Afinal, quando atingirmos o início da compreensão divina, seremos o Verdadeiro Sábio que constrói a sua moradia espiritual sobre a rocha e nenhuma tempestade da vida derrubará o nosso "eu", conforme falou o mestre Jesus**.

Enquanto não conseguirmos alcançar este estágio, estaremos sendo como o insensato que constrói sua moradia sobre a areia e que cai sob o impulso das primeiras ventanias. Tantas vezes reconstruiremos a nossa moradia (pelas reencarnações), quantas vezes necessitaremos até alcançarmos o estágio do Verdadeiro Sábio.

Para alguns, as coisas desejadas podem ser ilusões da vida como castelos de areia que se desmoronam ao longo do tempo. Precisas compreender que refletir e pensar com serenidade te ajudará a focar no seu destino até onde podes ir de forma segura.

A evolução exige projeto. Exige acima de tudo sonhos de melhorias. Mas eles devem ser construídos sob o arcabouço do esforço sem alterar o seu equilíbrio mental perante seu dia-a-dia terrestre.

O desequilíbrio gera angústia. O não entendimento das dores gera nódoas de energia no seu corpo perispiritual tornando-se as dores da alma. Como conseqüência, desponta um desequilíbrio no metabolismo do seu corpo físico, provocando as doenças contemporâneas.

Os mentores espirituais cansam de nos alertar. O estudo epidemiológico das doenças que surgem não consegue explicar as causas das mesmas. Por que? Qual a razão? Só podemos dizer que são nódoas instaladas no corpo espiritual pelas dores da alma.

Perante os sofrimentos da vida, reflitas sobre as suas tendências mais íntimas e descobrirás o que foste e o que estás tentando ser, dominando assim os teus impulsos interiores. A Fé no Plano Divino se faz necessário para perceberes que tudo tem uma razão de ser e que nada escapará à justiça divina.

Confias em Jesus. Estudas e vibras. Refletes e tornas sábio. Procuras evoluir com persistência e resignação, mas sem o desespero e nem o espalhafato desordenado como se fosse a última oportunidade do teu ser.

Ainda terás que reviver milhares de vezes e caminhar na escala evolutiva do teu ser de forma equilibrada e segura para não cair. Mais se caíres, levantas e segues voltando o teu espírito ao Pai Maior, rogando por forças a mais para continuares na jornada evolutiva. .

Como espíritas somos felizes ao entender essa caminhada. Sabemos ser este momento difícil, mas é a única forma de alcançarmos o "creador maior*", Deus.

Muita Paz.

Z


* Segundo Huberto Hoden tudo no universo são resultados / conseqüências do ato divino de "crear". O homem cria gados, cria obras de arte, mas somente Deus crea o Homem.

** Adaptação do autor de passagem do sermão da montanha. (Evangelho de São Mateus).

Leia também:

Dissimulação

programação


©2004-2014 by Grupo Espírita Servidores de Jesus
Sede: Rua Visconde de Sepetiba, nº 81, Centro, Niterói, RJ, Brasil. CEP: 24020-206.
Telefone: (21)2622-8757.
R. U. P. M. Lei Nº 1245/97 - CNPJ: 39529490/0001-53 - Inscr. municipal: 081893/0018
Nosso correio eletrônico: contato@servidoresdejesus.com.br
A Página do GESJ está na Internet desde 16/12/2004.